TERRA ROXA

Mandaguari e Marialva vão apresentar proposta para concessionária

Os municípios de Mandaguari e Marialva irão apresentar proposta
alternativa ao fechamento da Estrada Terra Roxa, para a concessionária
de rodovias Viapar, que administra o pedágio existente entre os dois
municípios. A minuta do documento, elaborado pela Procuradoria Jurídica
de Mandaguari, foi discutido durante reunião realizada na tarde de desta
quarta-feira, no Módulo Cultural.
        A concessionária conseguiu uma liminar que autoriza o fechamento da
Estrada Terra Roxa, uma rota alternativa importante para os moradores
que, com esta rota, são isentos do pagamento do pedágio, conforme
cadastramento prévio na empresa. A estrada liga o município a cidades
vizinhas, como Marialva e Maringá. Sem a estrada, os moradores que
circulam pela região terão que passar pela praça de pedágio. Diante do
impasse, direção da empresa se comprometeu a não fechar a estrada até se
esgotar as negociações em torno do assunto.
A minuta da proposta foi apresentada pela Procurado Jurídica do
município de Mandaguari, Eliete Ferreira, que elaborou o documento, que
foi solicitado pela concessionária durante a última reunião realizada
sobre o assunto. A discussão sobre a proposta envolveu a Câmara de
Vereadores, a ARD (Agência Regional de Desenvolvimento) e líderes dos
movimentos “Tarifa Zero” e “Terra Roxa”. O próximo passo é a elaboração
do texto final da proposta que será enviada para a concessionária.
        O encontro contou com as presenças da prefeita de Mandaguari, Enfª
Ivonéia Furtado e do vice João Jorge Marques (Jorge do Alambique), do
prefeito de Marialva, Victor Martini, que estava acompanhado do vereador
Rafael de Oliveira e da Procuradora Jurídica daquele município, Leonir
Garbugio, além dos vereadores Alécio Bento da Silva Filho, o “Alécio do
Cartório” (presidente do legislativo local), Márcio Cledson, Sidney da
Silva (Chiquinho), Eron Barbiero, Luiz Carlos Garcia, Danilo Camilo e
Claudete Pereira Velasco. Também participaram os secretários municipais
Francisco De Biázio (de Governo), Murilo Meleiro (Assistência Social) e
Gil Tavares (Cultura, Esporte e Lazer).

Categoria:Diario De Mandaguari