Greve do transporte coletivo entra no segundo dia e afeta linhas em Maringá e região

A quinta-feira, 17, começou com vários ônibus do transporte coletivo de Maringá e cidades da região parados na garagem das empresas Transporte Coletivo Cidade Canção e Cidade Verde. Cedo, representantes do Sinttromar – sindicato que representa os trabalhadores – foram até a garagem e se reuniram com diretores das empresas. Por um lado, a empresa alega que o sindicato não cumpre decisão judicial de liberar pelo menos 70% para circular. O sindicato tem alegado dificuldade em receber da empresa a planilha atualizada com a escala de funcionários para que possa seguir a determinação. Nesta quarta-feira, primeiro dia de movimento, o sindicato paralisou ônibus no Terminal Intermodal de Maringá e houve um princípio de confusão. Os trabalhadores pedem reposição de perdas salariais e  participação nos lucros e resultados da empresa. A direção alega que não tem caixa suficiente para fazer a reposição pedida. 

O Dia Na Cidade 

Categoria:Diario De Mandaguari