Ratinho Junior anuncia restrições de atividades em 134 municípios

 governador do Paraná, Ratinho Junior, anunciou nesta terça-feira (30) medidas mais restritivas de combate à covid-19. As medidas serão aplicadas nas Regionais de Saúde de Cornélio Procópio, Londrina, Cianorte, Toledo, Cascavel, Foz do Iguaçu e a Grande Curitiba, durante o período de 14 dias a partir desta quarta-feira (1°). Apucarana e Arapongas não estão na lista de cidades. “Serão 134 municípios no total que devem seguir as restrições recomendadas”, afirmou o governador durante live na tarde desta terça (30). 

O governador disse durante seu pronunciamento que o Estado registrou o pior dia em aumento de número de casos, segundo ele, nas últimas 24 horas foram registradas 36 novas mortes e 1.536 novos casos. Quem não cumprir as medidas estará sujeito à multa.

"Não estamos fazendo lockdown. Estamos aplicando uma quarentena mais restritiva em algumas regiões do estado onde a curva do crescimento está fora do controle", disse o governador. Porém, não descartou a possibilidade de fechamento total no Estado. Quem descumprir as medidas estará sujeito à multa, de acordo com o governo.

Conforme a curva de crescimento da doença, o governado explica que o número de cidades pode aumentar, afirmando que as determinações envolvem principalmente o setor de comércio e a redução de passageiros em transportes coletivos, como ônibus.

Segundo o governador, o estado não tem problemas com relação à quantidade de respiradores. Contudo, insumos como, por exemplo, medicamentos para a sedação estão em escassez, além de citar a escassez no número de profissionais intensivistas que atuem em Unidades de Tratamentos Intensivo (UTIs).

De acordo com boletim divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde (SESA), na segunda (29), o estado tem 21 mil casos registrados de coronavírus e 600 mortes confirmadas. Com os dados atuais desta terça (30), o número passou para 636 óbitos e 22.623 casos confirmados em várias cidades do estado.

As principais determinações são:

*Serviços não essenciais serão suspensos;

*Reuniões comerciais ou privadas devem ser feitas de maneira virtual;

*Procedimentos cirúrgicos eletivos serão suspensos durante o período da quarentena;

*Barreira sanitária de controle de acesso de pessoas nas regiões de quarentena. 

AEN


Categoria:Diario De Mandaguari