Médico de 33 anos morre em decorrência da Covid-19; primeiro da linha de frente no Paraná

O primeiro médico do Paraná em pleno exercício da atividade a perder a vida por conta de complicações causadas pela Covid-19 tinha apenas 33 anos e morreu na madrugada da segunda-feira, 22 e junho. Residente em Ortopedia e Traumatologia no Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, Caio Martins Guedes, estava internado no Hospital Pilar, em Curitiba, e não resistiu após lutar por vários dias (desta vez) pela própria vida.
Guedes se formou em Medicina em 2014 e teve o primeiro registro profissional emitido pelo estado de Goiás. Em seguida, em 2017, passou a atuar em Santa Catarina e somente no ano seguinte veio para o Paraná para fazer a residência médica. Recentemente, o profissional conciliava a residência com os plantões em uma instituição de saúde de Bocaiúva do Sul.


Bonde.com

Categoria:Diario De Mandaguari